Fórum para os proprietários e simpatizantes da Yamaha XT - Z - K - E - R - X - W ; TT- R - E ; TDM; e outras Motos ...
 
InícioPortal*FAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Opiniões

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Marco constantino

avatar

Moto : Yamaha XT 660Z ténéré + Yamaha TTR 250 Raid

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Qui Ago 01, 2013 11:33 pm

Olhem estava pra aqui a ler isto com atenção.... e..... fiquei a pensar... mas quem é que troca uma Té por uma XT, TT, DR ou sei lá mais o que....
Então lanço eu agora a questão?!!!!

Então mas o problema será da moto ou do condutor  

Atenção e leia-se que eu ñ estou a chamar azelha a ninguém.
Mas sinceramente ñ consigo perceber o motivo desta troca, penso que isto seja o que o "povo" chame passar de cavalo para burro...
A Té é perfeita para o tipo de utilização que lhes damos, passeios on / off-road, voltinhas pequenas, o ir ao pão como diz o Moutinho, ou pra nós mandarmos de cabeça a uma viagem longa..............
Sinceramente ñ percebo....

Parte as cranegens se cair.... coloca uns pneus se for necessário um pouco mais agressivos.....
Treina mais os off roads.... tem calma em cima da moto, ñ andes nervoso, descontrai quando a conduzes, brinca com ela sempre que te achares seguro..... afina é só uma moto ao qual és TU que a controlas e só faz o que lhe pedires..... cair é natural, acontece a todos.... claro que é mto chato, mas só cai se deixares...
Li por ai que a yamaha melhorou bastante os plásticos desta nova Té, confirma-se, são bastante melhores, assim como a travagem...... mas de resto meus amigos.... este mono que a equipa é simplesmente uma  mas enfim ñ há bela sem se não.....

_________________
O dia em que alguns ilustres japoneses reinventaram o camelo...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Moutinho

avatar

Moto : BWS

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Qui Ago 01, 2013 11:36 pm

Paulo Neto escreveu:
ó carvalho...

esses plasticos estão é a precisar de uma intervenção em condições.

não é dar cola nisso tipo betume... é mesmo tira-los fora fazer um reforço por dentro com essa cola que usas da patex...

e não me venham agora com aquela lenga lenga de que a mota quer-se de origem e coiso e tal...
quem se quer divertir com a mota não pode ser escravo dela (no fundo até já somos)

essa mota na minha mão só a mudava de cor... ou branca ou preto mate.
é a melhor solução para retoques para ela ficar apresentavel.

esse verde metalizado com os autocolantes de origem tens sempre um problema a perna.


Sou da mesma opiniao, quando muito para nao ficar tao "pobre" vais chateando a loko para fazer uns colantes que vao ajudando a tapar as mazelas.

Eu na minha ja ando a fazer, nao se da muito conta porque a minha e especial. Lololoo

_________________
Mota bonita não anda, mota que anda não consegue ser bonita... 

Yamaha BW's Pantera cor-de-rosa |EX-Yamaha TT 600S Branca Ferrari | EX-Yamaha XT 600E Vermelha Ferrari
Voltar ao Topo Ir em baixo
jottadcarvalho

avatar

Moto : TT 600 E

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Qui Ago 01, 2013 11:49 pm

Mas isso de ser azelhaé um dado adquirido!! Um gajo que foi a meia dúzia de passeios e de todos eles trouxe as carenagens aos bocados não se pode chamar outra coisa  
Não acho que passar para uma TT fosse andar para trás... É uma mota diferente, mais leve e acho eu mais adaptada ao que eu faço, exceptuando as viagens para os passeios.


Paulo Neto escreveu:
ó carvalho...

esses plasticos estão é a precisar de uma intervenção em condições.

não é dar cola nisso tipo betume... é mesmo tira-los fora fazer um reforço por dentro com essa cola que usas da patex...

e não me venham agora com aquela lenga lenga de que a mota quer-se de origem e coiso e tal...
quem se quer divertir com a mota não pode ser escravo dela (no fundo até já somos)

Tu viste-me a colar aquilo a meio de um passeio e aí não ia desmontar aquilo. Quando digo colar é desmontar, limpar, abrir rasgos para a cola ter onde agarrar e reforçar onde aquilo parte.
Desta vez já só foi lá com fibra. E fibra especifica de reforço!!!
Isso de ter a mota de origem, não é história para mim. Posso alterá-la toda desde que funcione como e para o que eu quero.

Essa pintura de branco, se não a conseguir vender, está na calha!!  

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Três

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 1:16 am

Se o problema são só os plásticos, porque não ir sem eles, alterá-los, colocar outros...   

Se um dia eu tiver esse azar, não vou trocar de moto por causa disso, mas vou garantidamente alterá-la e que se lixe a estética... mas isto sou eu!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuno_Dias

avatar


MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 10:03 am

A minha opinião, que é tão valida como outra qualquer:
Se não prentendes mais potência, tendo em conta que este modelo nesse aspecto peca um pouquinho, assim como as suspenções, devo diver-te que tens a melhor mono e mais versátil mota do mercado.
Eu diria que é uma mota que faz tudo razoavelmente bem sem ser excelente em nada!
Tens boa autonomia, boa protecção aerodinamica, tanto fazes estiradas de 300 kms em alcatrão, ou metes tralha e vais a marrocos como vais comprar pão, metes uns pneus mais agressivos e fazes Todo Terreno sem stress. No fundo é o melhor de dois mundos.
É alta? Há mais altas...Não tens experiência fora de estrada? Vai mais vezes...ninguém nasce ensinado! Tens medo/não queres riscar os plásticos? Epá...então esquece tudo o que disse!
Vou dar-te um ou outro explo que se passou comigo:
Tive uma KTM LC8 Adventure. (Para mim a melhor mota que andei/tive) e já tive 25 mais coisa menos coisa. Comprei a mota sem um risco! Ao fim de tres anos quase não havia sitio onde não o tivesse. Como queira vender, mandei arranjar as carenagens todas e pintar. gastei 450 € já com autocolantes personalizados. Vendi a mota sem um risco!
Tive uma ST que anda por aqui. Comprei ao contrário: Toda riscada e com carenagens estaladas etc...mandei pintar e comprei autocolantes, pus a mota num brinco....Gastei uma pipa de massa. Sabes quantas vezes andei fora de estrada com ela? UMA...porque tinha medo de cair nem que fosse para o lado. E dessa vez não curti NADA!!!!
Vendi-a porque na altura andava com uns problemas de saúde, e mais tarde vi que foi a escolha mais acertada. Porque quando ando fora de estrada, não quero estar preocupado, com riscos, se caio para o lado, se parti um pisca ou um espelho....E como ando e gosto muito de fazer TT, era um crime ter a mota naquele estado e não usufruir dela.

Isto para chegar á conclusão que na minha opinião deves aproveitar a mota, divertir-te com ela, cair muitas vezes (vais ver que cada vez serão menos) com equipamento adequado claro, e se um dia a quiseres vender, os riscos dizes simplesmente que são marcas de personalidade, e que cada um tem uma história que podes partilhar. E olha que muitos não chegam a ter essa opurtunidade. Ou optas por gastar uns trocos para reparares e venderes. E todos esses €€ da reparação pensa que te deram um gozo enorme!!!
Existem "N" foruns e pessoal a andar fora de estrada com motas bem mais complicadas do que a tua...GS's/GSA's Africa Twin Super Tenere etc... por explo, é uma questão de te ires juntando e da minha experiência, toda a gente ajuda, ninguém fica p tras, e num ápice torna-se viciante!

Se optares por uma XR (ja tive 3), Dr's, Tt, rapidamente te vais arrepender! Ao fim de 30 kms em alcatrão, estás a dizer mal da tua vida. Não tem conforto, não tem autonomia, não tem protecção, a 100Km/h vais em sofrimento, não levas mais do que uma mochila ás costas....Para mim só como 2ª mota!

Mete uns pneus cardados nisso, e junta-te a grupos aqui de Lisboa e um dia agradeces-me!  

_________________
Two Big for me
Voltar ao Topo Ir em baixo
webmonstro

avatar

Moto : XT 350, DR 350 ES, HusaberG FE400E

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 10:13 am

Nuno_Dias escreveu:

Isto para chegar á conclusão que na minha opinião deves aproveitar a mota, divertir-te com ela, cair muitas vezes (vais ver que cada vez serão menos) com equipamento adequado claro, e se um dia a quiseres vender, os riscos dizes simplesmente que são marcas de personalidade, e que cada um tem uma história que podes partilhar. E olha que muitos não chegam a ter essa opurtunidade. Ou optas por gastar uns trocos para reparares e venderes. E todos esses €€ da reparação pensa que te deram um gozo enorme!!! 


+1

De qualquer forma no meu caso acho a XT muito válida pois o que se perde em conforte em estrada compensa em agilidade em off-road ,mas claro que uma tenere é bem melhor para andara dois ou levar malas e viagens multi-dias. tens mesmo de ver bem que tipo de utilização dás à moto



Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.duasantas.web.pt
krieg

avatar

Moto : HONDA 650 XLV ex XT600E 4PT

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 10:55 am

Também vou botar a minha posta

Eu se gostasse muito de andar de moto no dia a dia (como gosto) e de, andar no campo, tinha que possuir 2 motos. Uma para passear na estrada e outra própria para fora de estrada a sério.

Fora de estrada a  sério é uma cabra mesmo,   com boas suspensões, bons pneus, com power, com plásticos bons para riscar   e, acima de tudo,  leve.

Agora ter uma só moto para tudo, da qual se gosta e, ir para off road com ela, ainda por cima com as limitações que sabemos, não sei...Neutral 

Sabem porque é que falo assim, porque vivo e sempre vivi no campo, estou farto de caminhos de campo, e só tenho uma moto. E, como gosto muito, mas muito de andar nela, não a quero partir no off road. Partir porquê ?porque não nasceu para andar no campo a 100 %.  
Como já ouvi dizer pode fazer incursões, notem bem, incursões, fora de estrada em caminhos não alcatroados, não é o mesmo que trilhos a sério com frequência.

Posso ir para o campo de sapatos, passo em todo o lado como aqueles que levam botas próprias, só que vou escorregar mais vezes, no fim do passeio, tenho os sapatos rasgados, os pés encharcados, e estou cheio de picos, de bolhas e de dores nos pés.   

É como os VW Tuareg e os BM X5 podem andar fora do alcatrão ? podem, mas coisa soft, senão... avariam e partem o material rapidamente.  Suspect 

Gostas da Tê ? não a queres espatifar ? Gostas de fazer off road sem preocupações ?

mantem a Tê e, compra uma mota de campo a sério, idealizada para tal (arranjam-se baratas). Como sabes, numa moto de cross os plásticos é na boa, cair é na boa, manobrar é na boa.  

Isto é a minha maneira de pensar.


_________________
Perder-se também é caminho.

Mundo CXTP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 11:07 am

Boas;
Acho que se andam a discutir duas formas distintas de ver e viver o todo-terreno.
Sinceramente não vejo grande vantagem numa monocilíndrica carenada como a Ténéré em relação às versões mais despidas como a XT660R... 
Por outro lado defendo que uma moto de todo-terreno deve ser o mais ágil possível, principalmente se queremos fazer algo mais que estradões e não queremos andar sempre a puxar por ela e a ter que contar com a ajuda dos restantes companheiros.
Por outro lado, acho que se pode prescindir de alguma hipotética qualidade de vida a bordo duma trail carenada para se poder contar com uma maior liberdade no todo-terreno.
Andar com maxi-trails em todo-terreno, para mim não faz sentido, limitam-me o acesso a pontos que poderia gostar de aceder, cansam demasiado um gajo e as despesas com material partido são imensas.
Eventualmente, o dia em que conseguir ter paciência para fazer tiradas maiores com um monocilíndrico, pego na TT e vou, sei que vou ter que ir devagar, mas se me der na telha de explorar outros piso sei que posso contar com alguma agilidade. Porque para fazer apenas asfalto, continuo a preferir motos de estrada.
Esta é a minha opinião, a de alguém que ainda não se conseguiu libertar das motos "asfálticas" e sacrificar um pouco de desempenho no asfalto para poder contar com a possibilidade de rodar na terra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuno_Dias

avatar


MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 11:37 am

Ter duas motas mesmo sendo barata a para andar no mato requer: Mais um seguro, mais um selo, manutenção de duas motas em vez de uma etc.., e aí na minha opinião não não faz muito sentido ter uma Trail e uma p o mato.
Uma trail faz Todo o terreno mas com algumas limitações como é óbvio. Por outro lado ganha noutras coisas. Mas com algum "treino" deixam de ser "pesadas"...Já fiz e já vi fazer coisas impensáveis para muita gente. Andar na comporta e fazer kms de extenso areal. Subir e descer dunas. Para muito estupidez e ou absurdo, para outro simplesmente fantástico e diversão garantida e gozo que não se explica.
Conheço quem já foi de DRZ400 para marrocos e andou lá uma semana, Fez mais de 4.000 Kms...Conheço quem o fez com Big trails.
Cada macaco no seu galho...Umas terão vantagens sobre uma outra.

Para mim não faz sentido nenhum ter uma trail e não usufruir dela no mato. Mais ou menos radical, isso já depende de cada um de nós. Para andar em alcatrão há claramente melhores soluções.

_________________
Two Big for me
Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 11:49 am

Boas;
Nuno Dias, ter duas motos pode sem dúvida ser mais complicado nalgumas situações, aceito perfeitamente isso. Mas por outro lado custa-me a acreditar que quem ande com uma maxi-trail relativamente recente não o consiga suportar, até lhe deve ficar mais barato tendo em conta o material que deixa de partir. Uma moto simples de todo-terreno acaba por ter despesas bastante contidas.
Até podes andar na areia da Comporta, mas será que consegues andar em serra granítica e trialeiras??Question 
Já andei com uma ZZR 1100 na praia e nem por isso a considero a mais indicada para tal, se bem que me deu um gozo do catano fazer uns slides longos junto à água. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
webmonstro

avatar

Moto : XT 350, DR 350 ES, HusaberG FE400E

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 12:34 pm

Uma moto de mato pura "uma Cabra" 250-/450 a 4t ou 2T
é muito limitado em certas situações, p.ex. no próximo passeio XT para covas do monte
qualquer um  de nós precisa de + de  100km de estrada para lá chegar - vais precisar de reabastecer - e ficas todo rebentado e sem metade do pneu
se depois fizeres 100km de mato - vai ter de controlar a autonomia -  com muito cuidado ! e ficas então provavelmente esgotado
100km de mato puro numa "cabra" cansa muito em estrada ou mato

Mas depois para voltar para casa?

Mais 100km ?
mais um depósito ou 2 !
levas uma malha que no fim nunca mais queres andar de mota !

podes levar a mota num atrelado mas isso obriga a fazer sempre voltas circulares ou arranjar alguem que vá contigo e te leve o carro para o ponto de chegada 


a mesma situação na XT :

100km em estrada /autoestrada - chega-se bem , nós e a mota
100km em mato- devagar mas faz-se
encher o depósito e vamos para casa
uma lavadela e oleo na corrente e está pronta a ir pro trabalho na 2ª feira


Eu falo de experiência pessoal !

Eu já fiz 100km de mato a sério com a KX (quase dois depósitos) e digo que prefiro fazer 500km de XT !
Se for para fazer 15-20km de alcatrão levo o atrelado ou não vou.

Se realmente comprares uma 2ª moto só para o mato isso não substitui nem a Té nem uma XT nem fará as voltas de trail !

É outra coisa completamente diferente !

se fores como eu continuas a querer ir em modo aventura e fazer viagens mistas explorar caminhos, estradões e terá de ser com outra moto.

Alem dos outros custos associados que já aqui foram referidos.

É como andar em alcatrão ! se tiveres uma scotter no dia-a-dia podes fazer viagens grandes mas provavelmente não o farás ! e ter uma Scotter não substitui uma RR

É por isso que escolhi a XT  - não faz  nada bem mas faz, não substitui a moto de mato (que continuo a ter na moto 4), mas faz tuod de forma barata e fiável até em quedas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.duasantas.web.pt
javleitao

avatar

Moto : Yam TT600S & Kawa KLE500

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 12:53 pm

Ainda não consegui perceber o porque de andares sempre a partir carenagens cada vez que cais  
A única diferença da minha é os crash bars que são de outro fabricante que até têm menos ferro e os suportes laterais. No entanto a única coisa que me lempbro de ter partido em quedas de off-road foi um apoio de uma carenagem que desde então começaram a andar sempre desapertados. E já caí imensa vezes. Riscos esses são muitos assim como ter de andar a desempenar e repintar crash bars e suportes laterais.
Partir carenagens só mesmo em acidente.
Já na minha XT600 parti por duas vezes a lateral do depósito por coisas pequenas. Uma foi um pau que pisei numa ponta e a outra bateu na carenagem e outra vez foi um pequeno encosto numa barreira de terra.

Queres sacrificar os km's de estrada e deixar de sacrificar os de off-road? Só depois de teres algum uso com a TT é que podes tirar conclusões.
Se a tua paixão é a TT, então força com isso!

_________________
Leitão
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuno_Dias

avatar


MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 2:29 pm

Subscrevo na integra o Webmonstro! E ainda dou mais uma achega...

Nas minhas Xr's eu ia de Lisboa para a Csta da Caparica (20 Kms...) para lá ainda vá que não vá que ia com a pica toda....Mas quando chegava ao final do passeio, era um tormento para fazer os mesmos 20 kms de volta. Preferia fazer 200 de Tenere ou algo do género. Com pneus cardados parece que vais a rolar em cima de calhaus! A 100 km/h a mota parece que vai a gritar!!! Tens que vir a 70 até para não derreteres os pneus...
É como digo...existem montes de passeios e foruns que os fazem semanalmente quase, e existem passeios para todos os gostos. Faceis, muito fácei, mais dificieis e muito dificeis. É uma questão de ir comecando pelos fáceis. A sempre malta pronta para ajudar e dar umas dicas, vai-se ganhando confiança, experiência e passado pouco tempo fazemos quase tudo na boa. Obviamente que para um passeio de cabras não vou com uma trail...Se faço a Apostiça de Trail? Faço na boa...Mas de XR faço melhor e mais rápido...
Qualquer trail com crash bars e ferros de suportes para malas não parte carenagens...e fica o problema resolvido com uns trocos.
Com uma trail não importa onde começa o passeio, chega-se lá por alcatrão na boa...faz-se o passeio e volta para casa na mesma...doridos mas felizes!
Faço montes de vezes um passeio que comeca no Montijo e acaba em Vendas Novas. Um dia fui de XR...a Ponte Vasco da Gama nunca mais acabava...Sleep , á vinda estava um vento fortissimo e como era Inverno, foi um desespero...Se fosse numa trail como agora, enrolo o punho e vens a 130/140 Km/h na boa.
Numa Cabra não poes uma tenda, um saco cama, um farnel, umas ferramentas...não pões nada...Até o rabinho custa a por lá em cima tal a dureza do banco. Numa trail metes um Drybag na traseira e dás a volta a Portugal...

Isto para concluir que:
Também sei quem foi de numa scooter Honda today para Marrocos e andou lá uns quantos dias. Mas era o espirito de fazer qq coisa realmente diferente...São excepções e coisas diferentes do que estamos a falar aqui.

Ja estive no mesmo dilema que tu...Comprei uma XR em troca de uma Trail...Precisamente pelo que argumentas. Rapidamente me arrependi e rapidamente vendi a mota para voltar as Trails.

_________________
Two Big for me
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Três

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 2:40 pm

Este tópico está cada vez melhor, e sem quer estraga-lo, acho que isso de viajar com cabras não é um problema a partir do momento que já se idealiza encontrar um transporte para as levar (carrinha, atrelado), só que muito sinceramente vejo isso como algo muito parecido ao Pro e vai acabar por criar grupos distintos de passeios... aliás, até o próprio nome (passeios) deixará de fazer sentido.  

Atenção, nada contra, mas dificilmente eu e outros os poderemos acompanhar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Opiniões    Sex Ago 02, 2013 2:56 pm

Boas;
Acho que se estão a radicalizar demasiado posições... Há imensas motos mais ligeiras que a Ténéré 660 sem serem obrigatoriamente as "cabras" (suponho que se estejam a referir a motos de enduro ou derivadas de motocross).
Andar com um moto de 2 tempos de enduro no alcatrão é quase um crime, mas fazê-lo com uma TT 600, XR 600 ou 650 não me parece assim tão difícil, desde que não use pneus de enduro ou motocross puros, até se anda relativamente bem. Ainda hoje tenho uma certa panca pelos Michelin T63, não eram pneus de enduro puros, mas safavam-se e dava para andar relativamente bem no asfalto. Actualmente há pneus certamente melhores que os referidos anteriormente.

Fazer 20 km de troço de ligação é assim um martírio tão grande??? Algo que se faz em 15 ou 20 minutos? Se uma XR é assim tão má para usar no alcatrão porque é que há tantas que são transformadas em supermotard??

Uma TT 600 é mais leve, mais ágil e tem melhor ciclística que uma XT 600, não tenho problema nenhum em afirmar que é melhor moto para todo-terreno e nem por isso é tão inferior para rolar em alcatrão...

Um grupo de amigos meus que se dedica ao todo-terreno ainda hoje se mantém fiel às 250 de 2 tempos, com todas as contrariedades que isso possa acarretar. E garanto que os sítios por onde passam muito dificilmente se acede com trails pesadas. É que por estas bandas os terrenos são mais duros, mais acidentados, não temos areia e os estradões são raros...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Opiniões    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Opiniões
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clube XT Portugal :: > Geral :: XT em Geral-
Ir para: